O que é o exame periódico?

O exame periódico é um procedimento de rotina que funciona como um controle de prevenção de doenças decorrentes da exposição aos riscos dos ambientes de trabalho. Sua realização é essencial para garantir a saúde dos funcionários. A frequência com que os funcionários devem ser submetidos a esses exames depende da faixa etária, os riscos aos quais estão expostos, função ou ainda conforme solicitação médica.

É realizada uma série de perguntas com o intuito de reavaliar o histórico médico do paciente e sua condição física e mental atual, além de constatar possíveis queixas de saúde considerando os riscos aos quais está exposto no ambiente de trabalho. Em seguida, é feita a medição da pressão arterial e batimentos cardíacos. Exames complementares também podem ser solicitados para verificar a interferência que as atividades causam na sua saúde.

A frequência de realização do exame periódico varia de acordo com a faixa etária, riscos do ambiente de trabalho e função. Em geral, trabalhadores com idades entre 18 e 45 anos e que não estão expostos a riscos devem realizar o exame a cada dois anos. Já para os trabalhadores com menos de 18 anos e mais de 45 anos, portadores de doenças crônicas ou que estão rotineiramente expostos à riscos, a frequência passa a ser anual. Esses intervalos podem ser menores conforme os critérios do médico encarregado, da inspeção do trabalho ou como resultado de uma negociação coletiva.

Esse exame não exige nenhum preparo especial, porém é recomendado evitar ingerir bebidas alcóolicas ou fumar no dia anterior ao exame.

Além da avaliação clínica completa, exames complementares podem ser solicitados para identificar possíveis doenças, sinais e sintomas que possam estar sendo desencadeadas ou agravadas devido aos riscos presentes no ambiente de trabalho.

Os custos referentes ao exame periódico são de total responsabilidade do empregador.